sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Gengibre


E já tem mais uma novidade na web 2.0, o gengibre. Depois do twitter, a nova micro- febre parece que será o Gengibre. Aliás, em tecnologia sempre será assim, uma nova a cada semana.

O gengibre é um sistema de fonecast, onde você pode transmitir seu recado ou blogar com a voz. Segundo as definições do site: " você publicar mensagens na internet, usando sua própria voz, através do celular. Gengibre é um serviço gratuito. Você paga apenas a tarifa de uma ligação local, de celular para celular. Basta se cadastrar, guardar nosso número na memória do celular e começar a ligar."

O gengibre é mais uma iniciativa do Cazé Peçanha, sim o ex-atual MTV. Cazé é um dos empreendedores da internet. Seu site, o Gafanhoto é um dos mais conhecidos.

Engajamento com stakeholder

Acontece dia05/11 na Aberje o curso Engajamento com os stakeholders.
O evento tem o objetivo de capacitar o profissional para que ele compreenda os conceitos e a importância do tema para a estratégia da organização, e conheça os métodos e as práticas de Engajamento com os Stakeholders.

Mais informações aqui.

Produção de conteúdo na era da comunicação digital

Dia 06/11. Clique na imagem para ampliá-la.
Informações no email: contato@abracom.org.br ou pelo telefone (11) 3079-6839

O futuro das revistas

Acontece dia 25/11, em São Paulo, o fórum “O futuro das revistas”.
O evento é uma realização da ANER (Associação Nacional dos Editores de Revista) e tem o objetivo de debater e apresentar cases de sucesso e exemplos do exterior, como maneira de contribuir para a tomada de decisão e saber quem será o novo consumidor de revistas.
Entre os participantes estão:
  • Jairo Leal (Aner),
  • Hercílio di Lonrenzi (Escala),
  • João Moreira Salles (Piauí),
  • Angélica Santa Cruz (Gloss),
  • Nelson Blecher (Época negócios),
  • José Roberto Maluf (Rolling Stone),
  • Thomaz Souto Corrêa (Editora Abril),
  • Eurípedes Alcântara (Veja),
  • Roberto Civita (Editora Abril),
  • Paulo Camossa (AlmapBBDO),
  • Carlos Alzygaray (Editora Três)
  • Rui Porto (Alpargatas).

Mais informações no site da Aner

* Fonte Portal da Propaganda

Novas Perspectivas da Comunicação 5º Ciclorama – Complementando Formações, Antecipando Tendências

Acontece de 3 a 7/11 o 5º Ciclorama, semana de palestras, debates e apresentação de cases relacionados à comunicação, com o tema: “A comunicação integrada no mercado atual – importância, objetivos e novos parâmetros” , na Universidade de São Paulo*.
O evento é uma realização da ECA Jr e tem o objetivo aproximar academia e mercado para complementar a formação dos graduandos de comunicação por meio da aproximação dos alunos com profissionais que estão em destaque no cenário atual.
O evento contará com a presença de:
  • Júlio Bin (Banco Real),
  • Mariana Cogswell (Talent),
  • Flávio Schmidt (Ketchum),
  • Claudia David (Bayer Cropscience),
  • Elisa Prado (Tetra Pak),
  • Sérgio Motta Mello (TV1),
  • Paulo Nassar (Aberje/ USP),
  • Otávio Freire (USP),
  • Fernando Pesciotta (CDN),
  • Victor Vieira (Fess’Kobbi)
  • Roberta Paixão (Fan/ Espalhe).

Além de grandes nomes haverá um coffee break para cada dia e sorteios de livros e cursos de idiomas(Inglês, Italiano e Mandarim) e design gráfico.

Srviço:
5 º Ciclorama ECA Jr
Data: 03 a 07/11
Local:Av. Professor Lúcio Martins Rodrigues, 443 Prédio 3 – Sala 2 Cidade Universitária
Aluno USP: Pacote: R$ 30,00 / Dia: R$10,00
Não USP: Pacote: R$ 40,00 / Dia: R$ 15,00

Maiores informações no site ECA ou pelo email: ciclorama@ecajr.com.br ou Telefone: 3481 17 77

* Dica de Guilherme Tiengo, via Mundo RP

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Mad Simpson



Na nova temporada do Simpsons, na tevê americana, seus criadores brincam com a abertura da série sucesso Mad Men, claro que ao invés da silueta de Don Draper, vê se Homer.. hilário

* Fonte Omelete

Redes sociais e ferramentas web 2.0

Dia 05/11, o SEBRAE de Belo Horizonte-MG, oferece o cursos Redes Sociais e ferramentas web 2.0, com Antonio Carlos Amorim.
O curso é grátis.

Serviço:
Redes sociais e ferramentas web 2.0
Data:05/11/2008
Horário: das 19:30 as 21:00
Local: SEBRAE SEDE - Auditório - Endereço: Av Barão Homem de Melo, 329 - Bairro Nova Suiça

* Dica de Ricardo Campos, via Horizonte RP

Sinais da crise?

Por mais que o mercado tente ( e é até papel dele) negar a tão esperada crise na economia, sinais de preparação para a chegada dela começam a aparecer.
A Natura é uma dessas empresas. Segundo fontes, foram demitidos 26 gerentes e no mês passado mais três diretores foram desligados da companhia de cosméticos (diretor do jurídico, diretora do núcleo de fragrâncias e o diretor de marketing).
Além das demissões, a empresa recuou e anunciou na semana passada, a suspensão do projeto de entrada no mercado norte-americano.

* Fonte MM online

Vintage


Se vocês prestarem atenção, está havendo uma volta no visual retrô no design.
A Brastemp é uma das marcas que tem utilizado o visual retrô, não só na propaganda, como em produtos da linha B.
Depois da cerveja, agora são os refrigerantes a base de guaraná, na linha tubaína, que resgatam as embalagens vintages. No caso da Itubaina, a Schincariol, lança uma edição especial com rótulos dos anos 50. As garrafa são long neck de 355 ml, e trazem imagens estilizadas da década de 50 em três diferentes rótulos colecionáveis: um foguete, um copo e uma garrafa.
Segundo o Portal da Propaganda, a Itubaína Retrô será comercializada com exclusividade em bares e restaurantes selecionados pela equipe do Grupo Schincariol.

* Lembrei das garrafas antigas de refrigerante, eram marrom-escuras. Normalmente ao comprarmos, tinhamos que levar o "casco" no bar do tio Nardo ; D

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Dia Nacional do Livro


Minha história de amor com a leitura e os livros, começou dessa forma, inocente. Fui alfabetizada com os gibis de Walt Disney e Maurício de Souza, tenho um primo 3 anos mais velho e com ele descobri o prazer das HQs.

Logo depois migrei para as leituras maiores, li quase todos os livros da Editora Ática: O caso da Borboleta Atíria, Um cadáver ouve rádio, O escaravelho do Diabo, Tistu o menino do dedo verde...

Lembro que um dos primeiros livros que minha mãe me deu se chamava "A Pequena Princesa" de Frances H. Bunett ( eu ainda tenho.. rs). Li as várias Pollyanas., O pequeno Principe.. rs

Venho de uma cidade pequena e minhas tardes eram todas passadas na Biblioteca. Aos dezesseis eu já lia Shakespeare, Emile Zola, Victor Hugo... só podia acabar fazendo Letras como primeira faculdade.

Meu post é só para dizer um obrigado aos autores, esses seres mágicos que nos envolvem no universo da leitura, estimulam nossa criatividade e melhoram nossa escrita. Obrigada também aos bons professores que nos apresentam esses seres mágicos.

Vida longa aos livros.

Natal Sem fome

Hoje as 16h00, o Comitê Ação da Cidadania lança sua edição do Natal Sem Fome, no Palacete das Rosas, com contação de estórias.
A novidade é que esse ano, também arrecadarão livros usados para matar a fome de saber, da população de Araraquara.
O INPG, instituto do qual sou coordenadora, muito se orgulha de apoiar essa iniciativa.
Participe. Doe um livro usado.

* Meu querido filho, de 10 anos, lembrou-me ontem a noite que hoje é dia nacional do livro.

Grupo de Estudos de Relações Públicas Digitais

Pronto. Só faltava uma iniciativa como essa para que RP 2.0 brasileira começasse a organizar suas ações no novo segmento de atuação.

Profissionais de RP e comunicação se juntaram e criaram o GERPD - Grupo de Estudos de Relações Públicas Digitais. Segundo Edu Vasques do Pérolas das Assessorias, a "proposta é bastante simples: debater, formar, divulgar e disseminar a cultura da gestão de comunicação corporativa a partir dos meios digitais (blogs, comunidades, recursos da chamada web 2.0, etc)".
Estão ainda nos planos do grupo: troca de experiências e idéias para ajudar a formar referências e influenciar positivamente a tomada de decisão nas empresas em relação às possibilidades de se trabalhar marca, imagem e comunicação.
Formam inicialmente o grupo:

  • Catarina Anderaos (Ricardo Viveiros & Associados),
  • Ceila Santos (Desabafo de Mãe),
  • Cely Carmo (Burson Marsteller),
  • Claus Hansen (Imagem Corporativa),
  • Eduardo Vasques (TV1 RP),
  • Juliana Damasceno (Ketchum),
  • Rodrigo Padron (LVBA Interativa),
  • Rodrigo Pinotti (Imagem Corporativa),
  • Sonia Penteado (TV1 RP),
  • Thiane Loureiro (Edelman)
  • Wallace Baldo (Ketchum)

Para conhecer a proposta do Grupo, clique aqui. Para participar, mande email para: rpdigital@googlegroups.com

* Vi no Pérolas das Assessorias de Imprensa.
* RP´s vamos apoiar e participar dessa discussão

Worshop em gestão de pessoas

Acontecerá nos dias 17 e 18/11, o workshop 9 to 5: as 5 dimensões da gestão de pessoas e as 9 práticas culturais, na sede da Amcham, em São Paulo.
O evento é uma realização da consultoria internacional Great Place to Work e enfocará práticas de gestão de pessoas adotadas por executivos das empresas que apresentam (segundo pesquisa da própria consultoria), os melhores ambientes de trabalho do Brasil.
Participarão como palestrantes:
  • Sheila Leme (McDonald’s),
  • Beatriz Heinemann (Diageo),
  • Sueli Ruiz (Okto),
  • Arnaldo Martins (Herbarium),
  • Tatiana Tafuri (Avaya),
  • Vanessa Proença (Microsoft),
  • Adriano Lima (Banco Itaú)
  • Vera Larrat (Coca-Cola Manaus).
Informações pelo fone (11) 3093-7776 ou no site

* Fonte Portal da Propaganda

Curso Aberje de blogs corporativos

Dia 04/11. Clique na imagem para maiores informações.

* Fonte email Aberje

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Workshop RP 2.0


Data: 11/11
Horário: das 9h00 às 17h00
Local:Centro Britânico BrasileiroRua Ferreira de Araújo - 741 - São Paulo
Informações e inscrições: (11) 3444.3616 / 3814.5928 / email: pr20@bites.com.br - skype: w3editora
Vagas limitadas

* Dica de Rodrigo Cogo

Vem ai Philip Kotler

Ahh se eu tivesse dinheiro.
O mega guru do marketing, Philip Kotler vem participar da ExpoManagement 2008, realizada entre 10 e 12 de novembro, no Transamérica Expo Center, em São Paulo.
Kotler, professor da Kellogg School of Management, ministrará a palestra dia 12/11, abordando a nova visão do marketing voltada ao mundo digital, correspondente aos avanços tecnológicos e às necessidades de formas diferenciadas de relacionamento que a evolução das mídias trouxe para o mercado.
Não é o máximo? Kotler com quase oitenta anos ainda continua firme e forte mostrando os caminhos do marketing. Show

* Fonte Portal da Propaganda

As melhores práticas do merchandising

Acontece na próxima quinta, dia 30/10, o o treinamento As melhores práticas do merchandising, pela Popai Brasil (The Global Association for Marketing at Retail), , em São Paulo.
O treinamento será ministrado por Luciana Barreto, gerente executiva da Popai e tem como objetivo atualizar supervisores, coordenadores e gerentes da área de merchandising,; assim como consultores, designers e fornecedores de materiais, sobre as ações e iniciativas que valorizam a estratégia como mídia no ponto-de-venda.
Inscrições e mais informações pelo (11) 3016-9777 ou no site

* Fonte Portal da Propaganda

Café filosófico


Muito 10 a criação do anúncio do Café Filosófico da CPFL. Só a arte ja disse tudo. Um texto pequeno com o link, direciona o leitor para o objetivo: discutir pensamentos em seus vários pontos de vista.
Não descobri a agência.

* Vi o anúncio na revista Msg da Aberje

Gestão de marcas e criação de vantagem competitiva

Acontece de 28 a 30/10, o Power Branding, evento que vai discutir as melhores práticas em gestão de marcas e criação de vantagem competitiva.
O evento acontece no Blue Tree Towers Nações Unidas em São Paulo, e trará workshops exclusivos e cases de sucesso de empresas como Vale, Petrobras, Banco do Brasil, BBN, Google e Chilli Beans.

Dia 28/10:
  • Augusto Nascimento, da BBN Brasil, apresenta o estudo de tendências:“O ceo, os gestores e a visão sistêmica de Business Branding”
  • Ricardo Whately, consultor de negócios da Petrobras,com o tema: “Mensurando o intangível: Branding ROI e métricas de desempenho de marcas”, das 9h às 12h.
Dia 29/10
Augusto Nascimento ainda ministrará um workshop, das 09h às 12h, com o tema: “EstrategizAção e Business Branding”. O consultor falará a respeito do Business Branding Process, ferramenta que pode levar uma empresa ao aumento de receitas, da margem e do valor de sua marca.


Inscrições por telefone (11) 3164-5600, e-mail: atendimento@iqpc.com ou pelo site

* Fonte PropMark

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Sustentabilidade precisa ser eixo estratégico

* Rodrigo Cogo

Disseminar as melhores práticas, levantando tendências do mercado e oferecendo material teórico para implementar discussões, e ao mesmo tempo em aumentar a rede de relacionamento dos participantes a partir de perspectivas diferenciadas de desenvolvimento de trabalhos. Esta é a proposta dos comitês criados pela ABERJE – que atualmente reúne as Associações Brasileiras de Comunicação Empresarial, Branding e Comunicação Organizacional – comprovada pela quinta reunião temática sobre Sustentabilidade realizada no dia 23 de outubro de 2008 na Casa do Saber em São Paulo/SP. Na ocasião, estiveram presentes 60 profissionais para ouvir as considerações de José Luciano Penido, diretor-presidente da Votorantim Celulose e Papel/VCP, e Tereza Cristina de Rozendo Pinto, gerente de Desenvolvimento Humano e Responsabilidade Social da Eletrobrás.

Na estrutura de governança da entidade, estão presentes os comitês como fóruns privilegiados de discussão direta entre profissionais das empresas associadas. O acesso é gratuito e já estão também em andamento grupos de Comunicação Interna, Comunicação Digital, Memória Empresarial, Relações Governamentais e Desenvolvimento Profissional. Os encontros sobre sustentabilidade, em específico, coordenados pelo consultor e publisher da revista Idéia Sócio-Ambiental, jornalista Ricardo Voltolini, sempre contam com um executivo responsável pela área e um presidente de organização com estrutura modelar para apresentação das experiências. “Criar uma massa crítica sobre o tema e estabelecer uma memória na área estão entre nossas propostas”, reitera Voltolini.

O setor de papel e celulose no Brasil comporta 220 empresas em 17 estados e 450 municípios, com uma área plantada de 1,7 milhão de hectares (destes, 75% é de eucalipto) e uma área de florestas nativas preservadas de 2,8 milhões de hectares. Esta indústria exporta US$ 4,7 bilhões por ano e gera um número de empregos diretos na ordem de 110 mil, o que a posiciona como a 6º maior em celulose de todos os tipos e a 1º em eucalipto no ranking mundial. José Luciano Penido, que deu início aos trabalhos, é diretor-presidente da Votorantim Celulose e Papel desde 2004. Formado em Engenharia de Minas pela Universidade Federal de Minas Gerais, tem 30 anos de experiência no setor industrial, com passagem pela Samarco Mineração. Possui ampla experiência em gestão empresarial e políticas de recursos humanos, além de ser um grande entusiasta das práticas de responsabilidade social e sustentabilidade no Brasil. É membro do conselho do Instituto Ethos, da Fundação Dom Cabral e do CEATS-USP. A VCP emprega mais de 2700 pessoas e produz um volume total superior a 1.500 toneladas.

Penido explica o que acabou se tornando a principal lição da manhã: é fundamental o CEO colocar a sustentabilidade no centro da estratégia de negócios da empresa, para ai sim criar valor econômico, ambiental e social, percebido por todos os públicos e ainda manter diálogo transparente e verdadeiro com vários interlocutores. Neste sentido, o aumento da abrangência de abordagem e importância dos stakeholders é evidente, saindo dos públicos primários tradicionais – como funcionários, acionistas, fornecedores, Governo e imprensa – e alcançando opositores e até públicos ilegítimos, que seriam os movimentos ou as figuras que não existem juridicamente e por vezes podem estar à margem da lei. “São ambientes e atores que influenciam o negócio e tornam mais complexo e dinâmico”, destaca ele, justificando a colocação do tema no eixo da estratégia.

Reconhecendo que há cerca de 50 anos a indústria de papel era muito poluente, de outro lado aponta que hoje ela trabalha com uma das matérias-primas mais renováveis. Minerais, por exemplo, tem ciclo de reposição de centenas de milhões de anos, diferente das florestas plantadas com ciclo de colheita de sete anos e possibilidade de convivência com outras culturas no período, e mesmo criação de gado. Assim, as denúncias de “deserto verde” pela redução da diversidade de plantio são rebatidas com muita informação, atendendo as especificidades dos agentes, como as lideranças religiosas, os produtores rurais, os governos e a imprensa, tendo como argumentos, entre outros, a proteção do solo e das nascentes e o seqüestro de carbono com amenização do clima. Daí que se vê a relevância da comunicação dirigida e especializada. A sustentabilidade na VCP está baseada no impacto frente a cinco elementos da natureza, nomeados como a água, o ar, a energia, a terra e as pessoas, que são balizadores de todos os processos industriais. A empresa é a melhor do mundo em utilização racional de água e desenvolve várias práticas internacionais, com diversas certificações, o que é ainda mais reconhecido pela posse de uma base florestal com 145 mil hectares de áreas preservadas nos estados do Mato Grosso do Sul e de São Paulo

Penido exemplificou a ação social da empresa, entre outros projetos, pelo Corredor Ecológico do Vale do Paraíba, uma proposta de interligação de áreas dos remanescentes florestais da Mata Atlântica em São Paulo, permitindo o trânsito de animais e espécies vegetais e possibilitando que a vida natural em uma determinada região não se isole em áreas restritas. O método permite a conservação dos recursos hídricos e do solo e contribui para o equilíbrio do clima e da paisagem. A participação da empresa como apoiadora parte da constatação de que o protagonismo precisa ser da sociedade, e não sob o viés do criador da idéia ou dos patrocinadores, e assim obter o engajamento no nível necessário. Reflorestar 150 mil hectares em 10 anos é o desafio do projeto, sendo 30 mil hectares destinados a plantio de eucaliptos, por meio de ações integradas às dinâmicas sociais locais, que promovam o desenvolvimento econômico e social, com valorização da cultura regional. Na ocasião, o diretor-geral da ABERJE, Paulo Nassar, já anunciou a adesão da entidade no Corredor, mobilizando os associados do Capítulo Vale do Paraíba em evento até o final do ano.

Na finalização do depoimento, Penido explicou o panorama da inserção da responsabilidade social empresarial na VCP, sempre iniciada pela liderança do CEO, mas com níveis gerenciais alinhados aos conceitos de Sustentabilidade, com amplo envolvimento do grupo de Comunicação, inclusive em treinamento na Fundação Dom Cabral, com permanente discussão nos ciclos de planejamento estratégico. São auto-aplicados os Indicadores Ethos e realizados relatórios no modelo da Global Reporting Initiative, além de ter sido implantado um Código de Conduta Votorantim. O presidente ainda relata a criação de Gerência Geral de Sustentabilidade, de um Comitê de Sustentabilidade regulador e de Ouvidoria do Código de Conduta, afora a inserção da empresa nos índices ISE Bovespa e Dow Jones Sustainability Index. “Uma ação sustentável na empresa não nasce sem a presença do CEO”, insiste ele, não havendo dissociação entre estratégia, planos e linguagem. Para tanto, sugere uma gestão integrada de recursos humanos, em que todos sejam e sintam-se responsáveis por todos os setores e causas.
...

* Texto parcial do RP Rodrigo Cogo – Conrerp SP/PR 3674 - Gerenciador do portal Mundo das Relações Públicas

Encontro Aberje Rio

Meu vizinho de blog, o Mauro Segura, irá proferir uma palestra sobre comunicação interna, no auditório da Coca Cola, no Rio de janeiro, dia 29/10.
Não perca. Clique na imagem para ampliá-la.
Informações com emily@aberje.com.br ou pelo fone: (11) 3662-3990. As vagas são grátis, mas limitadas.

* Dica do Mauro Segura

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Curso avançado de database e crm

Acontece dias 10 e 11/11, o Curso avançado de Database e CRM.
O evento é uma realização da Associação Brasileira de Marketing Direto (ABEMED) e terão o foco no gerenciamento de database das campanhas de marketing direto e a implementação de programas de relacionamento.
As aulas serão ministradas por:
  • Christiano Ranoya, diretor de novos negócios da Marketdata Global Consulting;
  • Danilo Vasconcelos, head de planejamento estratégico da Accentiv;
  • Fábio Adiron, sócio-diretor da Adiron Consultores;
  • Rogério Carpi, sócio-diretor da Datalogos Análise de Dados.
Informações no site, pelo email: atendimentoeventos@abemd.org.br ou pelo telefone: (11) 3129-3001

* Fonte Portal da Propaganda

I know you´re someone out there



Através do meu amigo Maurício, conheci o David Fonseca. Adorei. Achei que ele tem um quê de Damien Rice e isso se comprova nessa música que ele canta com Rita Redshoes.
Adorei

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

4ª Conferência Internacional da Aberje

Saiba mais aqui

* Dica de Milene Gonçalvez, via grupo MetRóPole

O ringue no maximídia



Muito tem se falado sobre o bate-boca que houve entre Nizan e Fábio Fernandes. Assistindo o video e vendo de fora do contexto, a impressão que se tem é que Nizan levou a melhor. Mas rola uma carta na internet que dizem ser do Fábio explicando a briga. É pessoal.

A comédia corporativa

Acontece dia 29/10, uma palestra com Max Gehringer, no Parque D. Pedro Shopping, em Campinas, com o o tema: A comédia corporativa.
Max falará sobre as mudanças do mercado de trabalho e a necessidade de adaptação rápida dos profissionais, e mostará aos participantes formas de enxergar a vida corporativa com bom humor de sempre.

* Fonte Portal da Propaganda

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Comite Aberje Sustentabilidade

Acontece amanhã, dia 23/10, na Aberje. Clique na imagem para ampliá-la.

Data: 23.10
Horário: das 08h30 às 11h30
Local: Casa do Saber - R. Dr. Mário Ferraz, 414
Inscrições aqui

* Dica de Milene Gonçalvez via grupo MetRóPole

Comunicação Corporativa na web 2.0

Clique na imagem para ampliá-la e ter mais informações sobre o evento que acontece dia 28/10.

* Dica da amiga RP Suellen Gouveia

Aberje audiovisual

Dia 30/10, a ABERJE ­ que atualmente reúne as Associações Brasileiras de Comunicação Empresarial, Branding e Comunicação Organizacional, lança um novo núcleo de trabalho: de linguagem audiovisual.
O lançamento oficial traz o primeiro projeto: ­ um DVD com depoimentos de profissionais de comunicação, com assuntos variados sobre a Comunicação Organizacional a sua transversalidade.
­ Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas com o gerente de Relações Públicas, Mateus
Furlanetto, pelo email mateus@aberje.com.br ou no telefone 11-3662-3990.

terça-feira, 21 de outubro de 2008

O pato

Lá volta o pato, pato aqui, pato acolá.

Ok, o certo seria lá vem.. mas meu amigo Wallace Ischaber, resolveu voltar a blogar e trazer suas visões ora pertinentes, ora ácidas sobre RP e comunicação.

Como fiel incentivadora de sua volta, deixo o link aqui.

* Pedro Baldurquino no Horizonte RP, sempre visionário chamou a atenção para o fato - O Pato - antes.

Tetra Pak e a conscientização da reciclagem

A Tetra Pak lança hoje campanha de conscientização, visando um aumento de 20% na reciclagem de suas embalagens.
A campanha pretende mostrar ao público consumidor como ele pode colaborar com a preservação do meio ambiente por meio de pequenas ações, como a separação do lixo para reciclagem e a compra de produtos provenientes de companhias ecologicamente responsáveis.
A ação se dará por meio de inserções de merchandising nos canais abertos, em que o apresentador do programa incentiva o público a entregar o lixo para a coleta seletiva em serviços locais.
Informações podem ser encontradas no site como: localização das cooperativas de catadores e os pontos de entrega voluntária; além de textos referentes ao meio ambiente, coleta seletiva e reciclagem.

*Fonte Aberje

Encante seu cliente com o CRM 2.0


* Rodrigo Cogo

Parece que virou moda agregar a numeração 2.0 para diversas esferas da vida econômica e mesmo social. Desejando expressar um tipo de envolvimento mais intenso e uma proposta de trabalho colaborativo com os consumidores e mesmo cidadãos, a terminologia vem tomando conta de várias ferramentas da comunicação e do marketing neste final de década, a partir da instalação e popularidade de plataformas digitais baseadas na interatividade. Pois este universo conceitual e prático também chegou na área de marketing de relacionamento e no CRM (Customer Relationship Management) e atendeu, na Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas/FGV-EAESP, através do Centro de Estudos de Comunicação com o Mercado/Cenpro, pelo nome de Seminário “CRM 2.0 – o Encantamento do Cliente”, realizado no dia 14 de outubro de 2008 no salão nobre da instituição na capital paulista. Mais de 90 profissionais de empresas nacionais e estrangeiras debateram o tema.

A consultora e professora da FGV, Míriam Bretzke, aposta no assunto como uma das formas de diferenciação no mercado. Para ela, as empresas mantêm níveis muito distintos de intimidade com cada cliente, e isto cria oportunidades de abordagem e de convívio. Os desafios, contudo, seriam muito grandes: proliferação de ofertas, mercados saturados, taxas de respostas decrescentes, custos crescentes de aquisição de clientes e comoditização de produtos. O sistema inicia sempre pela entrega do produto, passa pela agregação de serviços, une-se à prestação de atendimento diferenciado para então chegar à geração de experiência. “De toda maneira, estamos falhando no mais básico que é o atendimento. Estamos produzindo sensações horríveis quando o consumidor quer falar com a nossa marca”, alerta dizendo que as experiências são únicas, pessoais e intransferíveis, sendo de difícil cópia, e por isto devem ser valorizadas na atualidade.

As empresas estão mudando e adotam novas estratégias e novas práticas, como foco em diferenciação nos serviços, aplicação do CRM para conhecer o perfil e as preferências de cada cliente para gerenciar o relacionamento e atender melhor as expectativas. A diferenciação se dá no atendimento a expectativas negligenciadas, para o que precisa conhecer a visão do cliente em todas as etapas da vida, em que cada contato é uma oportunidade de enriquecer as informações. Os clubes de cliente e programas de fidelização ou retenção são caminhos para centrar foco nesta área. Míriam afirma que 5% do aumento na retenção de clientes pode significar de 25% a 100% de aumento na rentabilidade, sendo que clientes leais tendem a aumentar seu valor ao longo do tempo e o custo de obter novos clientes é de 5 a 10 vezes maior que manter os atuais. “Mas é preciso haver uma evolução das abordagens da fidelização, proporcionando uma experiência de marca memorável, o que acontece pelo gerenciamento do ciclo de vida do cliente”, diz, referindo-se a sair da mesmice das ações de envolvimento. O ideal seria ter um nível alto de conhecimento do cliente e um alto índice de interatividade, do contrário os programas tendem a não encantar e ninguém percebe valor agregado e portanto tem engajamento. “Hoje se oferece pouca emoção”, denuncia a consultora.

Premiar clientes e recompensar as compras repetidas não bastam mais, sendo importante localizar um novo foco que sai das características e performance do produto e da empresa e vai para um conjunto de experiências positivas. Ela acredita que “temos que repensar a trajetória do cliente com nossa marca, saindo da caixa e replanejando o negócio”, sugerindo para isto uma maior intimidade com as pessoas, segmentando grupos e dando atenção nos detalhes. Pela evolução do valor percebido, uma empresa passa de indiferenciada para única, em posição realmente competitiva. E a retenção é vista de um ponto-de-vista mais genérico, incluindo acionistas, talentos internos, fornecedores qualificados. Daí que promover a gestão de experiências significa abordar o cliente de maneira holística, engajando as pessoas em diferentes fases do processo. Os requisitos funcionais e os benefícios da marca são pontos comoditizados, por isto seria preciso ir além. Sobre a prática recorrente de terceirização na área, ela compara: “é como ganhar o filho e deixar ele crescer na casa da babá”. A gestão do processo, na opinião da especialista, nunca deve sair da empresa, levando em conta novos comportamentos da sociedade que requer atuação colaborativa...

* Texto parcial do RP Rodrigo Cogo – Conrerp SP/PR 3674 - Gerenciador do portal Mundo das Relações Públicas. O texto todo estará disponível no portal depois do dia 24/10

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Digital Marketing 3.0

Acontece dias 09 e 10/12, a conferência Digital Marketing 3.0, no Hotel Pestana em São Paulo.
A promoção é do IQPC – International Quality & Producting Center - e trará apresentação de cases de sucesso e as últimas tendências em marketing digital: Social media marketing: comunidades e pessoas no comando do novo marketing digital, entre outros.
Participam do evento empresas como McCann Worldgroup, Google; Usability Expert; Viacom Networks/MTV.
Informações pelo tel.: (11) 3164-5600 ou email: atendimento@iqpc.com

* Fonte Prop&Mark

E o mercado?

Em um momento em que as agências começam a se previnir para a crise, enxugando seu quadro de profissionais, Dorinho faz uma charge-x fantástica.

Iphone in the box

E o I phone, não para de gerar ações. Dessa vez, a Claro e a Tetra Pak se juntaram e criaram para criar embalagem exclusiva para o lançamento do iPhone 3G no Brasil.
A embalagem de Chá Branco pronto para beber, será distribuída como brinde para quem comprar o aparelho nas principais lojas do Brasil. O brinde virá junto com o produto em uma sacola feita com papel reciclado de embalagens da Tetra Pak.
A embalagem escolhida é Tetra Prisma, produto voltado para o consumo em movimento e tem design exclusivo, com imagens do iPhone 3G. A intenção com essa ação é transformar a pequena embalagem em item de colecionador.

* Fonte Prop&Mark

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Diálogos Abracom

Acontece dia 21 de outubro, a partir das 19h30, na sala 611 do campus central da Anhembi Morumbi, na Vila Olímpia, o case Comunica Pirelli – a Pirelli mais perto de você, desenvolvido pela agência Ketchum Estratégia.
O case será apresentado a profissionais e pesquisadores de comunicação. O trabalho foi voltado para a área de comunicação interna da empresa e é semi-finalista do prêmio USP de Comunicação
Corporativa 2008.
O evento é gratuito e as inscrições devem ser feitas com a confirmação de dados dos inscritos pelo e-mail: contato@abracom.org.br

* Dica de Rodrigo Cogo, via Mundo RP

Planejamento e negócios de mídia"

Acontece de 27 a 30/10, o curso Planejamento e negócios de mídia, ministrado por Angelo Franzão Neto (McCann Erickson) e Cláudio Barres (Grupo Eugenio).
O evento é uma realização do Grupo de Mídia São Paulo e trará as aulasem divididas nos módulos "Conceitos teóricos" e "Táticas e negociação de mídia", em que serão abordados desde o briefing e análise da concorrência até as táticas de negociação.
Mais informações pelo (11) 3846-1203,ou emails: gm@gm.org.br ou anete@gm.org.br.

* Fonte Portal da Propaganda

X Fórum de Comunicação Corporativa

Acontece dia 22/10, o X Fórum de Comunicação Corporativa, da ABA (Associação Brasileira de Anunciantes), no Mercure Accor Hotels, em São Paulo.
O evento debaterá os desafios das empresas globalizadas frente às diversidades e questões culturais, contará com a participação de:
  • Márcio Polidoro - diretor de comunicação da Odebrecht
  • Madelon Piana - gerente geral de comunicação da Vale
  • Daniela de Fiori - vice-presidente de assuntos corporativos e sustentabilidade do Wal-Mart
  • Paula de Santis - gerente de comunicação da Whirpool
  • Clóvis de Barros Filho - professor da ECA/USP e ESPM
  • Stalimir Vieira - publicitáiro

Mais informações pelo 0800-124588, (11) 3283-4588 ou no site

* Fonte Portal da Propaganda

quinta-feira, 16 de outubro de 2008



Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...E ter paciência para que a vida faça o resto...

William Shakespeare

iMaster Intercon2008


Acontece dia 15, o iMasters InterCon 2008, em Sao Paulo, com o tema: Inovação Digital, os desafios do Brasil.
O evento será apresentado por Fabio Seixas, sócio-criador do Camiseteria, e Luli Radfahrer, professor-doutor da USP.
Participarão como palestrantes:
  • Gil Giardelli (Permission),
  • Cris Dias,
  • Alexandre Bessa (Gringo.nu)
  • Stelleo Tolda (Mercado Livre)

O coletivo Fat5, formado por: Ricardo Cavallini, Jean Boechat (JWT), Ken Fujioka (JWT), Patrice Lamiral (RMG) e Mentor Muniz Neto (Bullet), encerra a programaçao principal com o painel: Experimentação, exploração de novas mídias e as mudanças do mercado.

* Fonte iMaster

Inclusão profissional ao jovem na tv

Essa é a proposta que o Centro de Integração Empresa-Escola (Ciee) e a TV Cultura firmaram.
A parceria entre as instituições será para a produção de um novo programa: Educação e trabalho, atração com objetivo de auxiliar à inclusão profissional dos jovens, com informações sobre o mercado de trabalho e questões educacionais. Eu creio que a proposta venha de encontro às várias propostas do mercado para que o jovem saia com mais contéudo no mercado de trabalho.
O programa terá 24 minutos de duração, será veiculado duas vezes por semana: aos sábados, às 10:30; e às segundas-feiras, às 7:30.
É a TV Cultura com mais uma programação de conteúdo. Fiquemos de olho.

* Fonte Portal da Propaganda

Portais fazem gestão do conhecimento

* Rodrigo Cogo

A implantação de portais corporativos tomou grandes proporções à medida em que as organizações enxergaram seu uso como ferramentas de gestão empresarial, comunicação, colaboração e principalmente como instrumento de digitalização e gestão do conhecimento. A chegada dos portais trouxe sérias mudanças em processos organizacionais e até mesmo nas estruturas e tecnologia de informação, marketing, recursos humanos e comunicação. Sobre este panorama é que esteve dedicado o seminário “Governança em Portais Corporativos e Intranets”, organizado pela IBC - International Business Communications, no dia 7 de outubro de 2008 no Transamérica Flat 21st Century em São Paulo/SP, A atividade é desenvolvida por Eduardo Lapa, vice-presidente de Gestão de Conhecimento e Inteligência Competitiva da TW Services.

Os processos de governança em portais estão em franco desenvolvimento, porque existe uma forte cobrança de medição de resultados, baseada em Value on Investment/VOI. A gestão é uma mescla de interesses e produção de materiais e sistemas de informação e de conhecimento, visando a um determinado público-alvo. Lapa explica que governança em portal abrange metodologia de implantação, documentação completa de projeto, arquitetura de informação, usabilidade, eficiência em processos de negócio, formação de gestores, retorno sobre investimento, plataformas tecnológicas, integração de aplicações, gerenciamento de conteúdo, comunicação e sensibilização e métricas de avaliação de adoção. Cada vez mais a internet viabiliza atividades a qualquer tempo e em qualquer lugar, de forma que o ambiente de colaboração passa a ser obrigatório. No desenvolvimento do Windows, por exemplo, há 5800 pessoas trabalhando em 29 países diferentes numa interação via portal. “O portal não é uma ferramenta de comunicação, uma base de dados, uma plataforma tecnológica. É tudo isso ao mesmo tempo”, conceitua.

Um portal precisa disponibilizar processos de trabalho (aplicativos relacionados à função do funcionário, área financeira, informação de clientes), dados pessoais (finanças pessoais, insumos de lazer, possibilidade de compras), sistemas de colaboração (instant messaging, localização de experts, e-meetings, webcasting), ambiente corporativo (help-desk, e-learning, e-mail, e-RH) e interação com o ambiente externo. O consultor nomina como “o retrato digital da organização”. Na montagem do projeto, é crítico pensar na estratégia e gestão, conteúdos e serviços e na tecnologia. A idéia é afinar as necessidades de negócio, definir a agregação de valor do conteúdo e clarear as linhas de negócio envolvidas. Na parte de direcionamento de negócios, leva-se em conta as informações refinadas e atuais para suportar decisões empresariais, o aumento da produtividade via localização de dados, a importância da integração de pessoas em comunidades virtuais, a formação de memória organizacional, a melhora na comunicação empresarial e a otimização de tempo e recursos. Na etapa de direcionamento tecnológico, o palestrante, que também é escritor de vários livros sobre o tema, sugere pensar em computação móvel, gerenciamento de conteúdo descentralizado, segurança de informação, controle de acesso, conectividade e escalabilidade e ainda redução de custos de manutenção

* Texto parcial do RP Rodrigo Cogo – Conrerp SP/PR 3674 - Gerenciador do portal Mundo das Relações Públicas . O texto todo estará disponível no portal, depois do dia 20/10.

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Ajude a salvar nossas crianças no trânsito


Campanha composta pela agência Master, com quatro filmes, em que personagens de contos de fada discutem a segurança das crianças no trânsito. O cliente é o Ministério da Saúde.

* Fonte blog CIP Nova S/B

Revista MSG Aberje

A Aberje lança hoje, em parceria com a Lazuli Editora, a revista MSG de Comunicação e Cultura,.
O evento acontece a partir das 19h, na Livraria da Vila - Rua Fradique Coutinho, 915 – Vila Madalena - em São Paulo SP.

Para saber mais detalhes da publicação, clique aqui.

Meeting de Endomarketing

Para saber sobre a programação, clique na imagem para ampliá-la.
Inscrições - clique aqui!
Contato - F: (51)3388.4944 - (51)91241203 ou pelo email: meeting@gweventos.com.br
Vagas limitadas

* Dica de Rodrigo Cogo, via Mundo RP

terça-feira, 14 de outubro de 2008

Internet 2.0 muda o eixo da conversa

* Rodrigo Cogo

Hoje as produtoras, os meios de comunicação, as empresas e as pessoas estão na mesma arena de contação de histórias, competindo por atenção. O desafio é encontrar um ponto de equilíbrio para entregar conteúdo relevante sem deixar de ser envolvente. Estimativas indicam que até 2011, cerca de 25% das produções na internet terão sido feitas por pessoas comuns, com forte prevalência da linguagem audiovisual. Estas foram algumas das conversações entre especialistas desenroladas durante o Digital Age 2.0, em sua versão 2008, nos dias 1 e 2 de outubro no WTC em São Paulo/SP.

Juarez Queiroz, CEO da Globo.com, não hesita em afirmar que é um fenômeno novo que muda o que se fazia, numa nova lógica de marketing, produção e veiculação. Mesmo que a programação completa e histórica do canal esteja num portal de vídeos desde 2003, a necessidade de recriação é constante para atender os novos interesses da audiência, que agora exige um nível maior de participação. Edmar Bulla, gerente de Marketing Digital da Nokia, concorda e acrescenta: “o mundo mudou. É um novo poder que não podemos descartar, com múltiplos produtores de conteúdo. Começa uma erosão dos grandes portais da mídia. O consumidor é co-criador”. O sócio e produtor executivo da produtora digital Colméia, Eduardo Camargo, sugere que o raciocínio na nova era esteja centrado na produção para nichos, porque se vê uma massa cada vez mais crítica e focada nos seus interesses, e por isto requisitando personalização de temas e formatos. Neste caminho, empresas como a GM anunciaram que até 2011 cerca de 50% do seu investimento vai estar na internet, e a Rede Globo lançou experimentalmente o Canal F, com o programa Fantástico em formato diário exclusivo pela rede...

REDES SOCIAIS – Danah Boyd é chamada pelo Financial Times nada menos de “sacerdotisa das redes sociais”. É uma das principais autoridades internacionais no estudo de como as pessoas usam comunidades online. Aconselhou uma série de empresas sobre mídia online, incluindo Google, Intel, Yahoo! e Tribe.net e esteve pela primeira vez no Brasil. Ela iniciou sua palestra falando da diferença de significado do tão usado termo “web 2.0” dependendo do público. Para profissionais de tecnologia, significa uma mudança na estruturação dos softwares, que são permanentemente “beta”, em transformação com construção coletiva, acessíveis pela internet sem exigência de instalação. Para profissionais de marketing, seria uma nova possibilidade de gerar negócios. Para os usuários, significa a interação e a sociabilidade, de maneira desterritorializada e por isto potencializada. Como síntese, Danah fala que é uma convergência ampla de interesses e de amizades, daí que as redes sociais são a proposição mais significativa nesta perspectiva.

* texto parcial do RP Rodrigo Cogo – Conrerp SP/PR 3674 - Gerenciador do portal Mundo das Relações Públicas
O texto todo estará disponível no portal amanhã, dia 16/10

1º Fórum Móbile+

Acontece de 21 a 23 de outubro, o 1º Fórum Móbile+, no qual serão discutidas as oportunidades de negócios geradas pela integração do celular com as redes de banda larga.
O evento será realizado na Amcham (Câmara Americana de Comércio), em São Paulo, contará com a presença de:
  • Paulo Cesar Queiroz (DM9DDB),
  • Adilson Batista (Wunderman),
  • Antônio Bicarato (Africa)
  • Abel Reis (Agência Click), entre outros.
Mais informações em (11) 3138-4660, pelo email: info@convergecom.com.br ou pelo site

* Fonte Portal da Propaganda

Ad adidas


Olha que bacana esse outdoor/mural vivo da Adidas. O tênis está exposto em uma rua de Londres.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

12ª edição do Imprensa na Escola

De 10 a 13/11, a ESPM realiza a 12ª edição do Imprensa na Escola.
O programa é voltado para jornalistas das áreas de design, comunicação, marketing e negócios, e discutirá temas como: o panorama do design no Brasil, design e posicionamento de marcas, estratégias e negócios e as novas abordagens e tendências.
Mais informações em cursos@tamer.com.br ou (11) 3031-2388.

* Fonte Portal da Propaganda

Fórum bienal ABA Mídia 2008

Acontece dias 28 e 29 de outubro, no Hotel Renaissance, em São Paulo, o fórum bienal ABA Mídia 2008, com o tema: Integração para garantir o Engagement.
O encontro, tem o objetivo de mostrar com o olhar do anunciante: estratégias e experiências que permitirão aos clientes e suas agências um melhor retorno para as verbas de comunicação.
O evento contará com a participação de profissionais como:
Rafael Sampaio (vice-presidente executivo da ABA),
Orlando Lopes (ex-vice-presidente de canais de comunicação Brasil e América Latina da Unilever)
Paulo César Queiroz (vice-presidente de mídia da DM9DDB).
Mais informações em 0800-124588 ou (11) 3283-4588.

* Fonte Portal da Propaganda

III Seminário Intermestrandos em Comunicação

Acontece dias 9 e 10 de outubro, o III Seminário Intermestrandos em Comunicação, na ESPM.
No evento, 10 grupos de mestrandos apresentarão projetos em desenvolvimento em seus respectivos programas, relacionados aos temas de comunicação e consumo, que procuram refletir sobre o impacto de suas novas dinâmicas em esferas como política, cibercultura, sociabilidade, publicidade, imagem e entretenimento.
Mais informações em http://www.intermestrandos.com/, intermestrandos@espm.br, ou pelo telefone(11) 5085-4638 ou (11) 5085-4693.

* Fonte Portal da Propaganda

domingo, 12 de outubro de 2008

Feliz dia das crianças



Minha homenagem a crinaça que ainda mora em nós.

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Menu a um click

Li sobre isso no Blue Bus e no Comunicaodores de plantão. O restaurante londrino, Inamo, mistura boa comida, com um ambiente high tech. É possível escolher o cardápio usando o seu dedo e a mesa touchscreen.
Parece coisa de filme, mas não é. É inovação

Comunicação dirigida como encantamento do cliente

Acontece dia 14/10, 5ª edição do Seminário de CRM, promovido pelo Centro de Estudos de Comunicação com o Mercado da FGV.
O evento contará com palestra de Luiz Buono, vice-presidente de planejamento e atendimento da Fábrica Comunicação Dirigida, com o título “Comunicação dirigida: fonte do encantamento com o cliente”, numa abordagem sobre a importância do marketing de relacionamento no momento em que as empresas enfrentam uma forte concorrência, com a entrada de novos players no mercado pelo efeito da globalização. Haverá apresentação de cases
Mais informações sobre o evento pelo (11) 3282-3661 ou pelo email: cenpro@fgv.br

* Fonte Portal da Propaganda

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Acompanhe o maximídia 2008

Em uma ação 2.0, o Meio & Mensagem criou um blog para acompanharmos o que rola no Maximídia 2008.

Para acompanhar, clique aqui.

O que rola na comunicação digital?



Esse videocast gravado pelo pessoal da Colméia (Eduardo Camargo), (Gringo) Andre Matarazzo , Isobar (Ricardo Figueira) e Almap ( Sergio Mugnaini), traz a tona o que tem sido feito de bom e de em comunicação digital.
Segundo o Blue Bus: "o titulo '3,8' é uma referência "ao share de internet no bolo publicitário brasileiro".

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Utilidade Pública: Traga Sean de volta!

Vi o link no Querido Leitor, o pai americano casou-se com uma brasileira e tiveram um menino.
Um belo dia ela saiu de férias com seus pais e veio para o Brasil, além de nunca mais voltar, divorciou-se dele unilateralmente e o proibiu de ver o filho, depois que ele não assinou a guarda.
Ela casou-se de novo, com advogado de família influente, e acabou morrendo no parto da segunda filha. As famílias se juntaram e impedem o pai não só de ter a guarda, como ver o filho.

Saiba melhor aqui, e divulgue a história no seu blog. Nossa união trará a verdade a tona.

A Vale é coisa nossa


E a Vale não economiza em sua campanha institucional. Contratou a África, de Nizan, que contratou ninguém mais que Joçao Gilberto.
O filme tem um minuto e meio de duração, João Gilberto interpreta uma canção com letra escrita por Nizan Guanaes.
O objetivo da peça é homenagear os brasileiros, ressaltando o fato da Vale ser uma companhia de brasileira, apaixonada pelo que faz e que está em constante crescimento no mundo.
O video também traz imagens de brasileiros de todas as idades, entre ícones da nossa cultura e finaliza com Jõao Gilberto num banquinho e com um violão.

Dia da Comunicação Empresarial

Hoje, 8 de outubro comemora-se o Dia da Comunicação Empresarial. Apesar do cenário da comunicação empresarial mostrar sinais de melhoras, será que teremos tempo para fazer uma pausa e comemorar?
No happy hour talvez, mas ainda há muito o que fazer.

Não tem jeito: o mundo mudou

* Rodrigo Cogo


A convergência das comunicações, o protagonismo descentralizado na autoria e distribuição de conteúdos, a força da abordagem e da referência pessoal, a centralidade da linguagem audiovisual e o desejo pela mobilidade no entretenimento e no recebimento de informações são algumas das realidades debatidas atualmente. Por isto, o entendimento sobre a sentença “o mundo mudou” foi bem além do slogan do evento. Esta foi a convicção geral dos cerca de 750 participantes do Digital Age 2.0, em sua versão 2008, após verem mais de 30 palestrantes cruzarem o palco do WTC em São Paulo/SP nos dias 1 e 2 de outubro. Profissionais de veículos, de empresas, de agências de comunicação e pensadores da dinâmica online estiveram mobilizados pela proposta de discussão e de aplicação das novas perspectivas no cotidiano de suas organizações.

Numa vídeo-conferência exclusiva, Seth Godin foi um dos convidados internacionais do primeiro dia. Autor de mais de 10 livros que se transformaram em best-sellers mundiais, seu blog é o primeiro do ranking Power150 da AdAge, que lista os mais influentes blogueiros sobre marketing e mídia. Acaba de lançar o livro “Meatball Sundae: Is Your Marketing out of Sync?”, que trata sobre as novas regras do marketing online e onde baseou sua apresentação. Para ele, o requisito para comunicar idéias há algum tempo atrás era conhecer o marketing e encapsular quase tudo pela televisão. “O modelo inteiro sob o qual construímos nossa indústria e nossa cultura é fazer coisas medianas para pessoas medianas”, reflete. Esta lógica, contudo, se perde diante da proliferação de opções, pela formação de nichos muito definidos e pelo ganho baseado em política de preços baixos.

Godin, não desacreditando na potencialidade da comunicação e da marca mas sim realocando o foco das atenções, diz que há um futuro de raciocínios que não passa somente por atingir mais pessoas, mas sim criar produtos que se vendam praticamente sozinhos, por sua funcionalidade ou atratividade. O que se produz precisa ser notável, característica de algo sobre o qual valha a pena se comentar, e com isto criar conexões entre as pessoas, sejam usuárias diretas ou não. A propagação em comentários somente acontece se for um tema muito atrativo e relevante, que suscite uma certa adoração. Este é o desafio e o pressuposto da nova comunicação, em que não há criação de logos ou jingles, mas sim o estabelecimento de relacionamentos.

Como tendências, aponta a rapidez, num sentido de imediatismo predominante, em que recursos baseados na internet, como o GoogleMaps articulado com atendimento telefônico para conhecer ainda mais os clientes geograficamente, são vantagens para otimizar o tempo e surpreender. Além disto, é necessário conectar as pessoas, e a partir disto despertar grandes idéias, hoje construídas pela coletividade desde a origem. A busca por tribos está mais forte, assim como a procura por líderes orientadores e inspiradores. Ele ainda sugere que se alcance os extremos: ou se é o mais caro, ou o mais barato; ou se é o mais abundante ou o mais escasso, porque todos os posicionamentos muito híbridos correm perigo de continuidade. Como exemplo, afirma que, ao escrever um livro, pode até ser feita distribuição por download gratuito, porque o que vai manter o autor é sua popularidade, que viabiliza palestras e consultorias, estas sim com boa lucratividade. Fala ainda que a comunicação precisa ser direta entre quem faz e quem compra, sem intermediadores, porque é um distanciamento prejudicial. “As pessoas não compram produtos, elas compram histórias”, destaca o estrategista, lembrando que nas redes sociais ninguém quer ser amigo de uma empresa, afinal as conversações sobre marcas precisam acontecer livremente, com contação de histórias espontâneas por pessoas não pagas, sob o risco de desmoralização e falta de transparência.

MOBILIDADE - O vice-presidente e gerente geral do Yahoo Connected Life para a América Latina, Martin Piombo, falou da formatação de conteúdos para dispositivos móveis, como palms e celulares. Sua empresa já fez 60 parcerias em 29 países para distribuição de conteúdo com exclusividade, visando a um novo mercado. Embora estejam empolgados com a mobilidade e a interatividade permitidas pelo sistema Android do Google e pelo iPhone da Apple, são ainda cautelosos porque é algo que precisaria ganhar maior escala e penetração. Ainda assim, reconhecem que são mais de quatro bilhões de celulares no mundo, onde a grande saída é permitir que os usuários criem e instalem aplicativos de acordo com seus interesses e a partir de sua rede de contatos. O Yahoo tem 800 milhões de assinantes, sendo 220 milhões de usuários móveis. “Por isso, neste novo ambiente, a parceria é crítica”, reafirma. Eles têm encontrado widgets bastante inovadores vindos de criadores asiáticos.

A realidade brasileira não é diferente. A Anatel fala em mais de 138 milhões de usuários ativos de celulares, sendo 80% pré-pagos. O número de celulares versus a população dá ao país uma das maiores densidades do mundo, na ordem de 70%. De janeiro a agosto de 2008, foram vendidos 20 milhões de aparelhos, sendo seis milhões somente neste último mês e destes 2 milhões já com internet 3G. Segundo Mário Lynch, diretor da Nielsen Mobile, 60% das pessoas no Brasil já enviaram ao menos um SMS, ainda que seja um patamar inferior à situação norte-americana: lá os usuários enviam ou recebem 357 SMS por mês, contra 10 SMS brasileiros, mostrando um potencial que já está sendo buscado pelas operadoras, como a Claro que lançou pacotes de até 2000 mensagens por mês com valores baixos para tentar movimentar o mercado. A empresa de pesquisa eMarketer prevê que o investimento em móbile advertising no mundo seja de US$ 16 bilhões até 2011. A revista Exame do início de outubro de 2008 indica que o acesso à internet cresceu 19% em uma semana, justamente pelo lançamento do iPhone no país. “A grande mudança do iPhone é consolidar a mobilidade e trazer o smartphone corporativo para o mundo pessoal”, pontua Flamma Zarife, diretora de Serviços de Valor Agregado (VAS) da Claro.

De outro lado, a audiência do canal – agora chamado “quarta tela” - já é grande, como assinala o sócio da agência F.biz, Marcelo Castelo, ao divulgar que o portal WAP da marca Seda teve 360 mil acessos, contra 18 mil do portal web tradicional, além da constatação de que os portais WAP das operadoras de celular são acessados por 15 milhões de pessoas todo mês. A taxa de cliques nos banners WAP está entre 5% e 10%, portanto muito superior ao resultado dos portais normais. Disto depende um certo grau de ousadia das empresas anunciantes, e neste sentido o vice-presidente de Canais de Comunicação da Unilever Brasil, Orlando Lopes, destaca que a empresa tende a ser sempre o primeiro anunciante de todas a plataformas já criadas, num sendo de experimentação que dá abertura a inovações e alta compreensão dos clientes, suas predisposições e suas ações. Ainda assim, o entusiasmo e o pioneirismo não são inconseqüentes, porque embora estratégias promocionais estejam passando pelo SMS cada vez mais, visto que o preço e a conveniência de participação trazem resultados três vezes superiores a outros meios convencionais de resposta, Lopes sugere fazer uma mescla com cartas, porque existe ainda uma camada sem aparelhos celulares ou sem o hábito de enviar torpedos e sentir-se seguro com este método. Outra possibilidade está nos conteúdos patrocinados, como a oferta gratuita de games como o Seda Teens, que são baixados e utilizados livremente no próprio aparelho, partindo do total interesse e atenção do consumidor, sem a característica de material “empurrado” da propaganda. “Mas há ainda uma inércia muito grande”, constata Flamma, referindo-se à realidade vista em recente workshop com grandes agências de publicidade, na tentativa de educação do mercado ainda necessária para poder haver maior aproveitamento do canal.

* Texto especial para o Oras Blog!, com cobertura do RP Rodrigo Cogo – Conrerp SP/PR 3674
Gerenciador do portal Mundo das Relações Públicas

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Expressionismo

Essa é a nova mídia impressa da Havaianas, criada pela sempre genial Almap BBDO. O objetivo da campanha é explorar a quantidade de cores que a sandália oferece ao consumidor.
Além desse, mais dois anúncios anúncios apresentam tons diferentes para mostrar a importância do colorido, acompanhado de frases como: “Cores tão bonitas que dá vontade de usar todas ao mesmo tempo. Uma pena você ter nascido bípede”, “Se cores não chamassem a atenção, post-it seria branco” e “Sabem por que os cachorros têm aquele olhar triste? Porque eles enxergam as Havaianas em preto e branco”.
E como diz o slogan: Havaianas todo mundo usa.

* Fonte Portal da Propaganda

Revista Negócio Sustentável

Ontem foi lançada a primeira edição da revista Negócio Sustentável. O novo veículo, como o nome sugere, é voltado para o tema sustentabilidade dentro dos negócios e tem como público-alvo executivos de grandes empresas públicas e privadas.
A revista é uma publicação da Ombrello Editora, e terá tiragem inicial de sete mil exemplares, distribuídos gratuitamente ao público selecionado.
Para a segunda edição, a previsão de tiragem irá a mais de 10 mil exemplares, desse número, 3 mil serão distribuídos em bancas estrategicamente definidas de acordo com os principais pólos empresariais das metrópoles, e terá loja no site para venda de assinaturas aos leitores que se interessarem em receber periodicamente a publicação.
O preço de capa é R$15 e a periodicidade bimestral.

* Fonte PropMark

Café com Internet no Rio

Acontece dia 23, na Universidade Gama Filho (RJ) , a 3ª. edição deste ano do Café Com Internet no Rio de Janeiro.
O evento gratuito de negócios da WBI Brasil debaterá E-mail Marketing e Search Engine Marketing.

Serviço:
Data: 23/10/2008
Horário: 14h. as 17h30min.
Local: Universidade Gama Filho
Endereço: Av. Presidente Vargas, 62 - Centro
Inscrição: 2 litros de leite "tipo" longa vida.
Maiores informações, acesse o site
Para conhecer a programação completa acesse: www.cafecominternet.com.br/evento.php?idevento=28.

* Dica de Fernanda Miranda

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

A caixa Adidas

Olha o cenário que a Mood criou como uma ação especial, para reforçar a comunicação publicitária da nova coleção da Adidas Originals.
O cenário é um réplica gigante da caixa dos calçados Adidas e estará exposta em pontos de grande circulação, nas cidades que possuem lojas Originals.
Dentro da "caixa",o interior é decorado com uma poltrona e um espelho, onde os clientes terão a oportunidade de experimentar peças da nova coleção e tirar fotos, que serão entregues aos consumidores em um porta retrato.
Eu adorei a idéia da cenografia, será que o conceito não ficaria melhor em "modelo por um dia", do que só dar o brinde no final? Que tal usar as tais fotos para um catálogo de street wear?

* Fonte Portal da Propaganda

Blogs Corporativos: anjos ou demônios?



Mario Soma traz esses slides para ilustrar e dar dicas do que um blog corporativo deve se cercar no planejamento para não errar.

* Fonte Social Media Club

Líderes inspiradores e profissionais pensadores estão no alvo das empresas

* Rodrigo Cogo

Que tipo de líder está sendo requisitado pelas organizações? Como fazer a gestão do capital intelectual, o ativo considerado mais importante da atualidade na longevidade das empresas? Com estas duas questões teve início a segunda reunião do Comitê de Desenvolvimento Profissional da ABERJE – reunindo as Associações Brasileiras de Comunicação Empresarial, Branding e Comunicação Organizacional - no dia 1 de outubro de 2008 na Casa do Saber em São Paulo/SP. Estiveram presentes para repasse de experiências Olinta Cardoso, diretora de Comunicação Institucional da Vale, e Alfredo José Assumpção, presidente da FESA Global Recruiters.

Representando uma consultoria com 90 funcionários e que, em 13 anos, fez a contratação de mais de 800 altos executivos dentro de uma rede internacional, o presidente da FESA Global Recruiters, Alfredo Assumpção, falou sobre a trilogia do bem, integrada por ser, fazer e saber. Ele, que é economista pela Faculdade de Economia e Finanças do Rio de Janeiro e pós-graduado em Desenvolvimento de Recursos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas e Master of Arts em Gerência de Recursos Humanos pela Pacific Western University, indica um caminho de equilíbrio e complementaridade entre a essência, o resultado e a personalidade, derivando daí respectivamente o espírito, o corpo e a alma de cada profissional e da própria organização. Cada passo executado precisa partir do trinômio, em que o espírito é a visão, a missão e a estratégia da empresa, a alma são as crenças, atitudes e valores e o corpo constitui-se dos processos, da produção e do comportamento. O líder moderno precisa juntar os três elos com consciência, curtindo o presente e não agindo de maneira robotizada, automatizada. “E assim cumprir um papel de fomentador e multiplicador do bem em nível planetário”, completa.

O maior contingente de líderes no mundo está nas empresas, superando outros momentos em que houve supremacia de igrejas, governos ou quartéis. Daí que o papel da iniciativa privada acaba sendo maior como inspiração. Com a experiência de ter sido, em abril de 2008, escolhido pela revista Business Week como um dos mais influentes headhunters do planeta, além de ter sido homenageado com a Comenda Presidente Juscelino Kubitschek pelo Governo de Minas Gerais pelos serviços prestados ao país, Assumpção alerta que “o homem precisa de três alimentos: a comida, o ar e as impressões coletadas do ambiente, e isto deve movê-lo. A idéia básica é ser feliz, e sem isto é que temos guerra, terrorismo e fome”. Esta capacidade adaptativa é um dos grandes trunfos dos executivos brasileiros, na opinião do especialista, até por seu perfil bastante miscigenado e apto a transitar em diferentes culturas. “Há uma valorização da mobilidade dos executivos numa dimensão internacional. O ser humano atinge a centralidade das estratégias”, enfatiza ele.

A atração e retenção de funcionários hoje já são atitudes vistas como preponderantes até para agregar valor às ações em bolsa. Todavia, este espírito de “vestir a camisa” é cada vez mais difícil de alcançar, sendo muito importante o desenvolvimento de amplos programas de comunicação interna e de cultura organizacional. Percebe-se que os profissionais gerenciam suas carreiras com maior desprendimento em relação a seus empregadores, facilitando a migração para outros negócios. Para quem estiver pensando em distribuir currículos, ele diz que não se deve entregá-los em locais não filiados à AESC, um organismo mundial que estabelece direitos e deveres do candidato, da consultoria e do contratante. “Quem não for, desconfie”, destaca.

TRAJETÓRIA – A relações públicas Olinta Cardoso, atualmente diretora de Comunicação Institucional da Vale, participou da etapa da reunião relativa ao relato de trajetória. Com a satisfação de dizer que está “no melhor lugar que um profissional de comunicação poderia estar”, ela contudo não deixou de citar os desafios do início do trabalho. Mais que isto, do próprio convencimento da família, no sul de Minas Gerais em cidade de economia rural de 27 mil habitantes, onde os irmãos haviam seguido carreiras tradicionais como Direito, Medicina e Engenharia. Ela fez um resgate das suas inquietações, que envolviam até mesmo a manutenção de sua estada na capital Belo Horizonte para os estudos dependendo da opção de carreira. Numa retrospectiva, comenta que o fato de vir de uma família numerosa acabou exigindo habilidade para sociabilizar, ai acrescido do viés político e comunitário que era forte entre seus parentes. Começou a trabalhar em 1991 como analista de Comunicação da Samarco Mineração em Mariana/MG, onde obteve uma formação de valores empresariais. Por sua atuação lá, ganhou uma honraria estadual, momento em que os pais conseguiram compreender o valor de sua opção por RP. Na mesma empresa, obteve um suporte determinante do presidente, reorientando suas carências e diferenciais para melhor encaminhamento dos seus passos profissionais. Hoje, já com pós-graduação em Comunicação e Gestão Empresarial e especialização em Gestão de Pessoas e há seis anos na Vale, Olinta não hesita em posicionar a comunicação como fundamental na leitura do mundo. “Se ficarmos no corporativo determinando diretrizes e controles, vamos perder a importância de vivenciar a diversidade cultural”, aponta.

Ela conta que aprendeu a comunicação de um ponto-de-vista sociológico e antropológico, para justamente poder entender o ambiente e as relações entre as pessoas e os grupos. Neste sentido, afirma que a teoria é prioridade no trabalho cotidiano, como forma de fazer uma sintonia sobre o estar no mundo. E complementa: “temos que aprender com a vida, mas também na formalidade, com embasamento teórico para sustentar nossas ações”. E diz isto com a tranqüilidade de quem mantém um MBA em Comunicação Empresarial exclusivo para a equipe, mantido com a PUC-MG, afora uma especialização em Gestão de Territórios com a Universidade Federal do Rio de Janeiro, exatamente para entender os impactos da mineração nas localidades. Além disto, foi criado um café da manhã com a equipe do setor para falar sobre a vida de cada um, e não sobre o trabalho e a profissão, como proposta de humanização e crescimento intelectual e social.

Estando em uma empresa que vai abrir 65 mil novos postos de trabalho até 2012, fica evidente o tamanho dos desafios. E a executiva enfrenta todos eles, sobremaneira com uma postura de buscar inovação e de aplicar otimismo em suas ações. A parte da internacionalização é um capítulo importante, porque ela vê um obstáculo ainda maior para as empresas nacionais, dado que além de promover sua própria imagem, têm que vencer o desconhecimento e os preconceitos relativos ao Brasil. Além disto, empresas como a Vale ainda trazem o estigma de ter origem estatal e toda a carga de percepções vinculada a isto. Destacando que responsabilidade social é algo muito além que um arranjo entre departamentos, sendo isto sim atitude e ação, ela finaliza: “sempre acho que temos algo bom para fazer neste mundo. As organizações são seres vivos, e não pode ser vista como um peso. O papel da comunicação é fazer a construção desta consciência”.

* Texto especial para o Oras Blog!, com cobertura do RP Rodrigo Cogo – Conrerp SP/PR 3674 -
Gerenciador do portal Mundo das Relações Públicas

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Castigat rindendo moris


George Washington tá pedindo força na peruca. Seria cômico, se não fosse trágico.
Eu creio que tudo isso são prenúncios da queda dos EUA como grande império. Não sou xenófoba não, mas todos os grandes impérios cairam depois de uma série de sucessões de crises e problemas. É histórico.

4ª Conferência Internacional Aberje


Para saber mais sobre programação, custo e inscrições, clique aqui.

Branding é dialogar com todos os públicos

* Rodrigo Cogo

Na busca permanente por identidade em um mundo cada vez mais com fronteiras tênues e num mercado com baixa diferenciação, absorver e implementar um planejamento de Branding é um caminho fundamental. E a palavra basicamente quer dizer estabelecer relacionamentos organizados e sistemáticos com os públicos de interesse, sem dissonância entre discurso e prática. Esta foi a discussão principal da sétima edição do Café ABERJE Campinas, que recebeu no Espaço Cultural da CPFL Energia mais de 80 profissionais e estudantes de Comunicação na manhã do dia 26 de setembro de 2008. Os convidados a mostrar cases de sucesso no segmento foram as executivas Marlize Matos, da Vale, e Malu Weber, do Grupo Votorantim.

A escolha dos trabalhos para mostra no evento tem sido baseada nos resultados do Prêmio ABERJE, buscando garantir a excelência de práticas dentro do aval de uma distinção nacional e tradicional. Como as empresas têm passado por privatizações, fusões, regulamentações, parcerias operacionais e desregulamentações em suas trajetórias, há uma alteração na sua atuação e por conseqüência na sua percepção pública. Augusto Rodrigues, diretor de Comunicação Empresarial e Relações Institucionais da CPFL e diretor do Capítulo Campinas da Associação, vê o Branding como uma proposição socrática – “conhece-te a ti mesmo” - , significando uma busca permanente por identidade e uma vigília por comportamentos corretos e consistentes. Na empresa, o tema foi introduzido através de uma revisão do setor de atendimento, e a partir daí toda uma reconstrução de práticas.

A jornalista Marize Matos, analista de Comunicação da Vale, revela que desde 1997 a empresa manifesta a visão de importância de alinhamento de identidade, frente a todas as aquisições conseqüentes no setor de mineração. Para ela, vive-se num mundo de marcas, o que faz com que até as pessoas se expressem através de suas escolhas de consumo ou adesão. Neste sentido, uma marca forte é um reflexo de todas as posturas de uma organização, permeadas por processos e esforços de comunicação. “As marcas expressam uma crença e com isto ganham muito mais valor”, complementa.

No caso da Vale, havia uma variedade de opções visuais e também de assinaturas e endossos dos instrumentos. Com a convivência de diferentes unidades de negócio com identidade própria e sem sintonia entre si, Marize alerta para o perigo de haver uma concorrência interna não salutar para a consolidação do Grupo. A partir disto, houve a deflagração de um amplo estudo para uma padronização, inclusive de nome dado que havia um reconhecimento internacional da marca “CVRD” e nacional da marca “Vale”, passando por uma série de flexões como Rio Doce. Uma pesquisa profunda no posicionamento e marcas da concorrência foi realizada. A executiva assinala que a mudança, baseada em método e em respeito a laços culturais e históricos, é um amplo exercício de desapego. Ao mesmo tempo é uma grande oportunidade de diferenciação. A empresa contratou duas agências de branding e identidade visual, uma norte-americana e outra brasileira. Disto originou uma marca em formato de “V”, aludindo à inicial da empresa e à palavra “vitória”, mas numa configuração plástica que simula um coração, trazendo a idéia de afetuosidade e humanismo, nas cores verde e laranja que dão a noção de natureza e de riqueza mineral, afora lembrar da bandeira nacional. “O desafio maior é a mudança cultural, não a implantação física, porque a marca é toda a identidade da empresa, o entendimento dos públicos, sobremaneira o interno”, manifesta. Uma das grandes barreiras do desenvolvimento do trabalho é justamente a peculiaridade cultural de cada país abrangido.

O processo foi iniciado por uma revisão de valores, missão e visão numa ampla discussão interna, e foi isto que norteou todos os passos subseqüentes. Marize destaca que sustentabilidade não faz parte destes postulados, porque na opinião da companhia seria uma característica “default”, que tem que estar no comportamento diário. Outra alteração de conceito desenvolvida foi do senso de comunidade, não mais restrito a um público de entorno das plantas da empresa, até porque a organização deixou a centralidade das relações já que todos são agentes propositivos. Todos os esforços agora capitalizam para uma marca única, normatizado por um guia disponível na intranet. Todavia, o processo de “desinstalação” da marca anterior passa pela adesão das equipes internas, numa exigência de conscientização e de educação para o futuro. O mote “ingredientes essenciais para nossa vida diária” é o foco hoje, por meio de intensa integração com a comunidade, numa proposta de confiabilidade e respeito pela diversidade. “Ainda estamos criando uma cultura de marca na empresa, através de uma capacitação em três níveis internos, num alinhamento para depois poder chegar nos stakeholders”, conta ela. A intenção é chegar numa compreensão geral da Vale ser uma empresa parceira, com visão de futuro, transformadora, global, confiável, ética e interativa. Como fator crítico de sucesso para um projeto do gênero, a jornalista aponta a relevância de parcerias para formar um time interdepartamental. O sistema envolve cinco dimensões – uniforme, sinalização, desinstalação da marca, aplicação em equipamentos pesados e gestão da marca. Este último item é relativo ao processo de comunicação em si, da publicidade a folheterias e relações públicas.

* texto especial para o Oras Blog, com cobertura do RP Rodrigo Cogo – Conrerp SP/PR 3674 -
Gerenciador do portal Mundo das Relações Públicas

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Giving is taking

Acontece dia 14/10 em Brasília e dia 22/10 Curitiba, o Giving is taking, um festival onde os profissionais que não puderam estar em Cannes, terão a oportunidade de assistir o primeiro workshop de Marketing Promocional em toda a história do Festival, informa o Vice-Presidente da AMPRO e da Impact, Aléxis Pagliarini, que também é o responsável pela organização dos eventos.
O evento tem como foco principal a força do brinde ou prêmio como ferramenta para diferenciar produtos, atrair consumidores e fidelizar clientes. É o chamado “gifting”, em que sorteios, concursos, programas de incentivo, cupons, programas de milhagem, e tantos outros itens fazem parte deste ambiente.

Dentre os participantes estão:
  • Alexis Pagliarini, Vice-Presidente da AMPRO e da Impact, e coordenador dos eventos nas duas cidades.
  • a Professora Marina Pechlivanis, que é Mestre em Comunicação e Consumo, sócia da Umbigo do Mundo e componente do Comitê de Produtos e Serviços Promocionais da AMPRO


SERVIÇO:
Workshop Giving is Taking Roading Show
Data: 14/10/2008
Hora: Das 19:00 às 22:00 horas
Local: Complexo Brasil 21-Centro de Convenções e Eventos - Setor Hoteleiro Sul Quadra 6 - Asa Sul - Brasília - DF
Informações e inscrições pelo telefone (11) 3815-9998 ou pelo site

* Dica de Rodrigo Cogo, via Mundo RP

5º Encontro de Empresas de Marketing Promocional

Acontece dia 07/10, em São Paulo, o 5º Encontro de Empresas de Marketing Promocional, na Câmara Britânica.
O evento coloca em prática teses da AMPRO defendidas no IV Congresso de Publicidade, será o uma grande convenção das agências de marketing promocional e restrito a associados AMPRO e empresas de do setor.
O evento tem o objetivo de discutir abertamente as 4 teses defendidas no IV Congresso de Publicidade: remuneração, certificação, concorrência e direito autoral.

Os palestrantes serão:
  • apresentação geral, José Gaspar Brandão (AMPRO);
  • painel sobre Direito Autoral - Fabio Valim (Impact) e Antônio Salgado (ASPN);
  • painel sobre Concorrência, Paulo Alimonda (SM Comunicação);
  • painel sobre Certificação, João Carlos Zicard (Zicard) e Elza Tsumori (AMPRO e Cia Ativadora) – que também fala sobre o lançamento da atividade;
  • painel sobre Remuneração, Gilmar Caldeira (Top Service).
Maiores informações e inscrições das agências pelo site

Serviço:
5º EBEMP
Data: 07 de outubro de 2008
Local: Câmara Britânica
Endereço: Rua Ferreira de Araújo, 741 - 1º Andar - Pinheiros – São Paulo/SP
Informações e inscrições: www.ampro.com.br/ebemp

* Dica de Rodrigo Cogo, via Mundo RP

Olhar geek



Fala sério se não é coisa de geek? um porta copo da nova febre do momento, o I phone; alianças em códigos binários e poltrona do pac man.
Fora os novos produtos Star Wars que volta e meia aparecem.
Adoooorooooo!

* Todas daqui, do Technabob

Leão Humanitário



Esse projeto foi levantado ano passado em Cannes, o Leão Humanitário.
O projeto consiste em convencer o Festival de Cannes a criar um prêmio especial, o Leão Humanitário, para idéias que resolvam problemas mundiais.

A agência que inscrever uma campanha, teria de inscrever também uma proposta, um invento, um novo sistema de doação, um filme ou qualquer idéia no sentido de responsabilidade social. Segundo o blog Nova S/B: "Durante o festival, a melhor idéia seria selecionada por um júri e vencedor arremataria 13 pontos para sua agência. Após o festival, todos os clientes patrocinadores investiriam no projeto para colocá-lo em prática. O site Humanitarian Lion já tem 479 apoiadores e a parceria de empresas como a Getty Images, Bigman, Gruponove, Perestroika, Updaters, Área 3, 2tag.net e Paprika."

Nem só de prêmios e glamour vive a boa mente publicitária.